Concurso

Sobreiro alentejano bicentenário é a Árvore do ano 2022

Diana Cardoso

"A Sobreira Grande" de Arraiolos, da aldeia do Vale do Pereiro

Foto Dr

"A Sobreira Grande" de Arraiolos, da aldeia do Vale do Pereiro, espécie característica da paisagem alentejana, foi a vencedora da 4.ª edição do concurso Árvore do ano e irá representar Portugal no concurso Árvore Europeia do Ano.

Os 250 anos de história valeram ao sobreiro o pódio num concurso em que o que se pretende distinguir são as árvores mais interessantes. O "seu porte alberga vida, desperta sentimentos e surpreende-nos com diâmetro da copa. É querida, estimada e conhecida pela comunidade. No verão a sua sombra dá guarida a homens e animais", lê-se na descrição do site do concurso.

Estavam dez as árvores a concurso: seis localizam-se na região centro, uma no Alentejo, duas no Algarve e uma dos Açores. A votação decorreu online tendo a "Sobreira Grande" obtido 3319 votos. Em segundo lugar, com 1899 votos, ficou a Melaleuca Armilaris, a árvore do chá da Quinta das Pratas no Cartaxo, em Santarém. Em terceiro lugar ficou a Oliveira Real, que tem 2225 anos, de nome científico olea europea l. var. europaea, com 1701 votos. Está localizada em Pedras del Rei, Tavira.

A quarta árvore mais votada foi a magnólia do Jardim da Casa da Criança D. Leonor de Castanheira de Pêra. Nos lugares seguintes ficaram a oliveira de Mouchão, de Mouriscas, em Abrantes, a oliveira milenar de Lagoa, o plátano gigante da Quinta da Fôja, na Figueira da Foz, um pinheiro bravo conhecido por "Guardião d'El Rei" da Mata Nacional de Leiria, um castanheiro da Castanheira da Serra o "Esconderijo" e o metrosídero do Campo de são Francisco, em Ponta Delgada.

O concurso é organizado pela União da Floresta Mediterrânica (UNAC) a nível nacional, que habilita a árvore portuguesa vencedora a concorrer à votação para a Árvore Europeia do Ano. O concurso europeu é organizado pela Environmental Partnership Association (EPA).

As votações para a 12.ª edição da Árvore Europeia arrancam a 1 de fevereiro e fecham a 28. As 16 árvores a concurso são as vencedoras dos concursos nacionais realizados em cada país. Concorrem Reino Unido, Espanha, Eslováquia, Federação Russa, Polónia, Itália, Letónia, Hungria, França, Holanda, Estónia, República Checa, República da Croácia, Bulgária, Bélgica e o sobreiro alentejano português.

O vencedor europeu será revelado na cerimónia de entrega de prémios a 22 de março.