Pandemia

Transmissibilidade sobe em dia com nove mortes e 757 casos de covid

Foto Rui Manuel Fonseca/global Imagens

Portugal registou nove mortes e 757 casos de covid-19 nas últimas 24 horas. Transmissibilidade sobe e incidência desce.

A pandemia está associada a 17947 mortes, de um total de 1065633 casos de covid-19 identificados em Portugal desde 2 de março de 2020. Nas últimas 24 horas morreram nove pessoas e foram reportadas 757 infeções por SARS-CoV-2.

Os números representam um aumento do número de óbitos, de cinco para nove, de quinta para sexta-feira, mas espelham uma tendência decrescente das infeções: são menos 148 casos face aos 885 de ontem. Comparando com sexta-feira da semana passada, a descida é mais acentuada: menos 266 notificações, de 1023 para 757.

Nos hospitais, há menos dois internados. Do total de 410 pessoas acamadas, 76 são doentes considerados graves, mais uma do que no domingo.

Entre as vítimas mortais, três homens e seis mulheres, destaque para o falecimento de uma mulher com menos de 50 anos, um escalão, dos 40-49 anos, que perdeu 177 vidas desde o início da pandemia, cerca de 1% do total de mortes associadas à covid-19 desde março de 2020.

Neste período de tempo, a pandemia foi particularmente fatal para os mais idosos em Portugal. Os dados do boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS) desta sexta-feira refletem esse facto, ao reportarem cinco óbitos (quatro mulheres e um homem) na faixa etária dos 80 anos ou mais. Um escalão encurtado em 11704 vidas desde março de 2020, o que equivale a 65% do total de 17947 mortos a nível nacional.

As outras três vítimas mortais identificadas no relatório da DGS desta sexta-feira tinham entre 70 e 79 anos. Dois homens e uma mulher que elevam para 3845 o total de óbitos entre os septuagenários, 21% do total a nível nacional.

Quatro vítimas mortais na região centro

O boletim desta sexta-feira confirma a Região de Lisboa e Vale do Tejo como a mais afetada no país pela pandemia, com 411948 casos de covid, mais 277 do que ontem, e 768 mortos, mais dois face aos números de quinta-feira.

Num dia sem mortes na Região Norte, que regista 5547 óbitos e 409159 casos desde o início da pandemia, 213 nas últimas 24 horas, destaque, pela negativa, para Região Centro: quatro mortes (3138 no total) e 102 novos casos, para um acumulado de 142362 desde o início da pandemia.

O Alentejo registou mais duas vítimas mortais (1022 no total), num dia com 55 novos casos, elevando o total de infeções para 38619, enquanto o Algarve somou mais 70 infeções (42314 no total) e uma morte - 458 desde o início da pandemia.

Nas ilhas, os açores registaram 25 novos casos, para totais de 8781 e 42 óbitos. Na Madeira, que também não registou qualquer morte, foram anotadas 15 novas infeções - 12173 e 72 óbitos desde o início da pandemia.

Incidência desce e transmissibilidade sobe

Sexta-feira é dia de matriz de risco, o esquema de cores que regista a taxa de incidência e o índice de transmissibilidade e que durante alguns meses serviu de orientação para as medidas de confinamento ao Governo.

A incidência desceu de 137,4 para 127,3 casos de infeção por SARS-CoV-2 por 100 mil habitantes, a nível nacional, de quarta-feira para hoje. Descontando as ilhas, a descida foi de 140,01 para 129,7.

O índice de transmissão, o R(t) subiu de 0,82 para 0,83, a nível nacional. Sem contar com as ilhas, a subida no território continental foi de 0,81 para 0,82.

Relacionadas