Covid-19

Incidência cai em Lisboa e Porto com três concelhos do Algarve em risco elevado

AC

Três concelhos do Algarve em risco elevado e incidência desce em Lisboa e Porto

Foto Richard Bouhet / Afp

O total de concelhos com um nível de risco mais elevado desceu de de sete para quatro, três destes no Algarve, numa semana em que a incidência desceu no Porto e em Lisboa.

O Algarve tem três concelhos com uma incidência a 14 dias superior aos 960 casos por 100 mil habitantes, dos quatro que esta semana estão no nível mais elevado de risco. Além de Sines, na costa alentejana, que tem os valores mais elevados (1364), Albufeira (1100), e Portimão (1130) estão acima dos mil casos. Acresce a esta lista o concelho de Loulé, com 993.

Na semana passada havia sete concelhos no nível máximo de risco. Saíram desta lista Lagos (932) e São Brás de Alportel (954) e Pedrógão Grande (673).

No escalão de risco anterior, o dos concelhos com mais de 480 casos por 100 mil habitantes, destaque para as decidas, da incidência em Lisboa (de 840 para 750) e Porto (de 871 para 823), com a Invicta a manter-se à frente da capital pela segunda semana consecutiva.

Lisboa e Porto são dois dos 32 concelhos com uma incidência entre os 480 e os 960 casos por 100 mil habitantes. Na semana passada, estavam 43 concelhos neste segundo nível de risco, o segundo mais elevado da escala.

Segundo o boletim da Direção-Geral da Saúde, há seis concelhos com incidência zero. Dois nos Açores - Corvo e Santa Cruz das Flores - um na Madeira (São Vicente), dois no Alentejo - Barrancos e Nisa - e um na Beira Baixa, Vila Velha de Ródão, no distrito de Castelo Branco.

Segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) hoje divulgado, Portugal tem 232 concelhos com uma incidência superior a 120 casos de infeção pelo vírus SARS-COV-2 por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, mais 20 do que na última sexta-feira.

Os dados da DGS indicam ainda que, nos últimos 14 dias, 90 concelhos ultrapassaram os 240 casos de infeção por 100 mil habitantes.