Manifesto

Ana Catarina Mendes sai em defesa da disciplina de Cidadania

Ana Catarina Mendes sai em defesa da disciplina de Cidadania

A líder parlamentar do PS subscreveu o manifesto em defesa da disciplina Educação para a Cidadania, que já conta mais de mil assinaturas. Ana Catarina Mendes é a mais recente signatária de um documento que defende que questionar as aulas de Cidadania é questionar todo o currículo escolar das crianças.

A deputada juntou o seu nome a mais de mil pessoas que já assinaram o documento posto a circular na quinta-feira, defendendo a continuação da disciplina, de forma obrigatória, no 2º e 3º Ciclo.

"O populismo deve ser combatido de raiz. Num momento em que vemos com preocupação a escalada da extrema-direita, não nos podemos demitir da responsabilidade de ser agentes ativos de mais e melhor cidadania", referiu, na nota divulgada à comunicação social.

A petição com o nome "Cidadania e desenvolvimento: a cidadania não é uma opção" conta com o apoio de figuras como Ana Gomes, Pedro Bacelar de Vasconcelos, Teresa Pizarro Beleza ou Daniel Oliveira. Entre os signatários estão políticos, professores, médicos, jornalistas, deputados e investigadores, entre outros.

A petição surge depois do abaixo-assinado que juntou quase 100 personalidades, entre elas Cavaco Silva e Passos Coelho, pelo direito à objeção de consciência de pais que não queiram filhos nas aulas de Educação para a Cidadania, cujos primeiros subscritores já foram recebidos pelo presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG