Desconfinamento

António Costa foi levar "confiança" aos comerciantes do Porto

António Costa foi levar "confiança" aos comerciantes do Porto

O primeiro-ministro andou, esta sexta-feira, na Baixa do Porto para perceber junto dos comerciantes como está a correr o regresso à atividade.

António Costa ouviu os comerciantes das ruas Fernandes Tomás e Santa Catarina, no centro do Porto, ao final da manhã desta sexta-feira, no final da primeira semana do desconfinamento gradual do país. Os comerciantes "estão a precisar de ânimo, todos estamos a precisar de ânimo, e é muito importante as pessoas irem ganhando confiança, para pouco e pouco, com as precauções devidas - com máscaras, o álcool gel que os comerciantes têm à entrada, mantendo as normas de afastamento, entrando à vez em função do espaço - se poder voltar à atividade comercial".

Os lojistas abriram as portas no início desta semana, "uns mais animados e outros menos com a clientela que tiveram, mas todos sobretudo com uma grande vontade de regressar à atividade plena", comentou. António Costa diz que, "com cautela, temos que ir vencendo o medo, mas também retomar atividade, senão a economia pára".

O chefe de Governo repetiu que juntar a austeridade a uma crise pandémica agravaria ainda mais o panorama. "Isso é uma vossa obsessão, a ideia de que as crises se vencem com austeridade. A austeridade já provou que não é boa forma de tratar crises, e o que esta crise precisa não é seguramente de austeridade", disse aos jornalistas.

Na rua de Santa Catarina, no Porto, Costa espera que os próximos tempos tragam mais serenidade aos consumidores e menos medo, para que o comércio de rua não fique condenado à razia económica. "Uma crise que tem uma rua comercial [Rua de Santa Catarina] como esta, com tão pouco movimento, onde temos os comerciantes a pedirem e a precisarem que as pessoas possam ter meios para poderem vir e terem confiança para poder vir, o desafio que nós temos é dar confiança às pessoas de que podem vir", acrescentou.

O primeiro-ministro tinha viajado de Gaia, onde foi recebido pelo presidente da Câmara Eduardo Vítor Rodrigues, para o Porto de metro. No Porto foi recebido pelo autarca Rui Moreira. Antes, tinha visitado o Centro para a Excelência e Inovação na Indústria Automóvel (CEIIA), em Matosinhos, que tem concluída a 1.ª fase do desenvolvimento e produção do Ventilador Atena. Os primeiros dez ventiladores estão prontos para entregar ao Hospital de Santo António.

Outras Notícias