Prémio

António Guterres aponta para a urgência de reinventar a governação

António Guterres aponta para a urgência de reinventar a governação

O secretário-geral da ONU, António Guterres, considera "urgente reinventar a cooperação e a governação à nível mundial, para que as aspirações comuns de paz, desenvolvimento sustentável, direitos humanos e dignidade para todos continuem ao alcance".

Numa mensagem de vídeo transmitida durante a entrega do Prémio Universidade de Coimbra, e sem se referir diretamente ao conflito na Ucrânia, Guterres lembra que "o mundo de vê assolado por conflitos cruéis, milhares de pessoas são obrigadas a deixar as suas casas e a desconfiança entre as potências mundiais atinge o seu clímax".

Guterres foi agraciado, esta terça-feira, com o Prémio Universidade de Coimbra, apoiado pela Fundação Santander e pelo JN. O valor monetário associado ao prémio, de 25 mil euros, foi doado ao Instituto Universitário Justiça e Paz.

Reitor disponível para acolher refugiados

Na cerimónia do 732.º aniversário da Universidade de Coimbra, o reitor da instituição, Amílcar Falcão, anunciou que esta está disponível para acolher refugiados oriundos do conflito na Ucrânia.

"Ficamos à disposição do Governo para acolher de forma condigna estudantes refugiados de guerra provenientes da Ucrânia, ativando o nosso Fundo de Apoio aos Refugiados que regularmente mobilizamos para situações similares na ajuda a estudantes provenientes de outras zonas do globo", revelou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG