Premium

Aos 35 anos, há pessoas sem saber ler nem escrever

Aos 35 anos, há pessoas sem saber ler nem escrever

Há quem nunca tenha ido à escola, quem a abandonou para trabalhar ou quem tenha chegado ao 6.º ano sem competências. Em Portugal, há meio milhão de pessoas que não sabem ler ou escrever, 119 mil em idade ativa, algumas com 35 anos.

A Associação Portuguesa de Educação e Formação para Adultos (APEFA) abriu aulas há um ano e o Governo vai avançar com um Plano Nacional de Literacia para Adultos. Este domingo celebra-se o Dia Internacional da Literacia.

Em setembro de 2018, a APEFA começou a ensinar adultos a ler e a escrever na Casa da Cultura de Paranhos, no Porto. O projeto Percursos de Cidadania - Alfabetização Solidária "surgiu porque não existe oferta pública formal para estas pessoas". Armando Loureiro, presidente da APEFA, apresentou a proposta ao Ministério da Educação e, depois do Porto, há grupos em Esposende e na Póvoa de Varzim. O projeto vai avançar para Mirandela.