Exclusivo

Aplicações para vigiar filhos fazem aumentar conflitos nas famílias

Aplicações para vigiar filhos fazem aumentar conflitos nas famílias

Softwares de monitorização estão na moda, mas a má utilização pode ser nociva. Psicólogos mais procurados.

O insaciável apetite dos mais novos por ecrãs está a levar ao aumento do número de pais que utilizam aplicações para monitorizar a atividade virtual dos filhos. Este tipo de software está cada vez mais na moda, mas o mau uso pode gerar conflitos familiares e são cada vez mais os casos em que o controlo correu mal.

No último ano e meio, apareceram mais de dez novas aplicações de controlo parental na GooglePlay e na AppStore. Embora não haja dados do número de descargas em Portugal, estão disponíveis em qualquer loja virtual e destinam-se a monitorizar a localização do telemóvel do filho via GPS, limitar o tempo passado na Internet, espiar as mensagens que recebe e envia e a atividade nas redes sociais ou gravar o som ambiente através do microfone.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG