Pandemia

Ar condicionado e covid-19? O risco é baixo se a manutenção for cumprida

Ar condicionado e covid-19? O risco é baixo se a manutenção for cumprida

Direção-Geral da Saúde (DGS) diz que o risco de transmissão do novo coronavírus motivada pela utilização de ar condicionado em espaços fechados é muito baixo, desde que se cumpram as regras de manutenção e o espaço seja arejado.

Numa atualização a diversas orientações que tem vindo a publicar, a DGS defende que o risco da utilização de sistemas AVAC (Aquecimento, Ventilação e Ar Condicionado) é considerado muito baixo, "desde que se cumpram as regras para uma utilização segura, nomeadamente a sua manutenção, de acordo com as indicações do fabricante, e a renovação do ar dos espaços fechados".

A autoridade nacional de saúde recorda que tem acompanhado de perto a evolução do conhecimento científico desde que foram reportados os primeiros casos de covid-19 e recorda o comunicado da Organização Mundial da Saúde emitido no início deste mês em que se reitera que "a transmissão ocorre maioritariamente através de secreções e gotículas e do contacto próximo com pessoas infetadas, não excluindo a possibilidade de transmissão por aerossóis".

"Posição idêntica tem o ECDC" [Centro Europeu de Controlo de Doenças], sublinha.

Na mesma publicação em que atualiza algumas orientações, a DGS diz ainda que se verifica que "o risco da utilização de moedas e notas é considerado muito baixo desde que se cumpram as regras de higienização das mãos".

Em orientações anteriores, quando ainda se desconhecia o grau de risco de transmissão, a DGS tinha recomendado que, para proteção dos utilizadores, se optasse por vias sem contacto (como aplicações informáticas ou cartões contactless).

Portugal contabiliza pelo menos 1.691 mortos associados à covid-19 em 48.771 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da DGS.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG