Exclusivo

ARS vai pagar milhões em consultas e cirurgias às misericórdias do Norte

ARS vai pagar milhões em consultas e cirurgias às misericórdias do Norte

O Governo autorizou a Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte a realizar uma despesa de 160,5 milhões de euros, nos próximos cinco anos, para a contratualização de serviços de saúde a dez misericórdias da região.

Verba que, anualmente, permitirá àquela entidade celebrar acordos para a produção de mais de 97 mil consultas e cerca de 15 mil cirurgias. Os acordos de cooperação vigorarão até 2026, numa despesa anual de 32,1 milhões.

A medida, que foi aprovada em Conselho de Ministros e publicada em Diário da República no último dia de 2021 (já após a dissolução do Parlamento e a convocação das eleições), visa dar continuidade aos acordos entre aquelas entidades e que remontam a 2011, conforme explica, ao JN, Humberto Carneiro, do Grupo Misericórdias Saúde (GMS). Permite, então, que os utentes sem resposta em tempo útil do Serviço Nacional de Saúde (SNS) sejam assistidos nas unidades das misericórdias.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG