Inspeção

ASAE apreende mais de seis toneladas de carne de coelhos em Cantanhede

ASAE apreende mais de seis toneladas de carne de coelhos em Cantanhede

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) anunciou esta quarta-feira a apreensão de mais de seis toneladas de carne de coelhos, na sequência de numa ação inspetiva a um estabelecimento industrial de abate no concelho de Cantanhede.

De acordo com fonte da ASAE, esta apreensão decorreu no início da semana, no âmbito de uma operação de fiscalização da Brigada de Indústrias da Unidade Regional do Centro - Unidade Operacional de Coimbra, que incidiu na "verificação das condições de armazenamento e conservação de produtos alimentares, por forma a garantir a segurança alimentar".

"Durante a operação verificou-se o armazenamento, em câmara frigorífica de conservação, de cerca de seis toneladas de carcaças de coelho que tinham sido rejeitadas, durante o abate e em sede de inspeção sanitária", refere.

Na nota de imprensa divulgada durante a tarde, a ASAE informa que algumas destas carcaças de coelho contavam "mais de 17 dias após o abate" e "aguardavam encaminhamento para a sala de desmancha de onde provinha um cheiro nauseabundo".

Os produtos apreendidos foram sujeitos a uma perícia de um médico veterinário da ASAE, que determinou que "mais de 1,2 toneladas de carcaças de coelho fosse considerada como géneros alimentícios anormais, com falta de requisitos", tendo como destino final "a sua destruição, numa unidade de transformação de subprodutos".

A ASAE revela ainda que os produtos apreendidos têm um valor estimado de 25 mil euros e que foi instaurado processo de contraordenação ao operador económico em causa.

"A ASAE continuará a desenvolver ações de fiscalização em prol de uma sã e leal concorrência entre operadores económicos e da defesa e da segurança dos consumidores", concluiu.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG