Política

Autarca de Cascais diz que"ataque vil" de Rio é "enriquecimento de currículo"

Autarca de Cascais diz que"ataque vil" de Rio é "enriquecimento de currículo"

O presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras, considerou esta quinta-feira ter sido alvo de um "ataque vil e pessoal" por parte do presidente do PSD, que classificou como "enriquecimento de currículo".

"Agradeço a Rui Rio ter-me feito um ataque vil e pessoal, juntando-me a um outro ataque a um outro presidente de Câmara que reputo de grande competência, Rui Moreira. Ataques que vindos de Rui Rio não são cadastro, são enriquecimento de curriculum", escreveu Carlos Carreiras, na sua página na rede social Facebook.

Em entrevista à rádio "Observador", o presidente do PSD criticou esta quinta-feira duramente Carlos Carreiras, de quem disse ter sido "o principal responsável" pela "desgraça" do resultado das eleições locais de 2017, em que foi o coordenador autárquico.

"Esse é o pior, o mais incompetente, sendo ele o primeiro responsável pela desgraça de 2017, acha que tenho alguma coisa a aprender?", afirmou Rui Rio sobre as críticas que têm sido feitas pelo autarca de "inexistência" do processo autárquico no PSD, embora admitindo que Carreiras volte a ser o candidato do partido em Cascais "se for proposto pela concelhia e aceite pela distrital".

Para Carlos Carreiras, estas críticas "significam também que Rui Rio chamou de incompetentes todos os responsáveis concelhios e distritais em funções nas últimas eleições autárquicas que, pelos estatutos do PSD, são os responsáveis pelas escolhas dos candidatos autárquicos do partido".

"Bem sei que Rui Rio tem vindo a demonstrar que lida mal com estatutos e prefere decisões arbitrárias por si assumidas", disse, lamentando que o destaque desta entrevista, que assinala os três anos de liderança de Rui Rio, seja "um ataque de caráter a um companheiro de partido".

Carlos Carreiras deixou ainda um 'recado' ao líder social-democrata sobre as próximas autárquicas: "Quero deixar claro a Rui Rio que o meu partido é acima de tudo: Cascais", referiu.

PUB

Na mesma entrevista, Rio acusou o atual presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, de não ser "uma pessoa confiável" e de ter "interesses imobiliários" na cidade incompatíveis com a função.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG