Exclusivo

Autarcas vão participar na gestão de 32 áreas naturais

Autarcas vão participar na gestão de 32 áreas naturais

No Parque Nacional Peneda-Gerês, espera-se que a comissão cogestão seja criada para avançar. Novo plano de gestão de fogos terá pilotos no Alto Tâmega, Coimbra e Algarve.

O Ministério do Ambiente quer chegar a acordo com câmaras municipais, organizações não governamentais e instituições do Ensino Superior para gerir, em conjunto, 32 áreas naturais e reservou 2,9 milhões de euros do Fundo Ambiental para financiamento. Neste momento, está acordada a cogestão de oito reservas e parques naturais, e em seis foram já assinados protocolos de financiamento.

Em breve, apurou o JN, será acordado o financiamento dos parques naturais do Douro Internacional, Montesinho, Vale do Guadiana, Ria Formosa e Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina; das reservas naturais da Malcata, Boquilobo e Sapal de Castro Marim e Vila Real de Santo António; e da Paisagem Protegida da Serra do Açor.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG