Coronavírus

Aeronave da Força Aérea já está a caminho de França para trazer portugueses

Aeronave da Força Aérea já está a caminho de França para trazer portugueses

A aeronave C-130 da Força Aérea Portuguesa já saiu do Montijo em direção a Marselha para trazer 17 portugueses que chegam de Wuhan, na China. O grupo chega a França este domingo às 14 horas (13 horas em Lisboa).

Fonte da Força Aérea Portuguesa confirmou ao JN que a aeronave da Força Aérea Portuguesa, que trará para Portugal os 17 portugueses vindos de Wuhan, cidade chinesa onde começou o surto do coronavírus, já partiu do Montijo. O avião irá aterrar na Base Aérea de Figo Maduro, em Lisboa.

Tal como o JN tinha adiantado este sábado de manhã, com base em fontes ligadas à Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) - que está a coordenar este trabalho de evacuação - a aeronave ​​​​​​tem como destino Marselha, mais concretamente a Base Aérea de Istres-Le Tubé.

Inicialmente eram esperados ali perto das 9 horas da manhã [locais francesas], mais uma hora do que em Portugal. Porém, com os atrasos que se foram verificando essa previsão ficou fora de questão. O grupo português que segue com outros cidadãos europeus, principalmente franceses, tem como destino final a Base de Figo Maduro, em Camarate.

Os portugueses são 17, e depois de terem passado como estava planeado pelo Consulado francês, onde foram esclarecidos sobre o vírus, rumaram ao aeroporto de Wuhan, para serem sujeitos a exames pelas autoridades chinesas. Quem acusasse estado febril não embarcaria no A380.

O JN soube que o grupo passou na íntegra pelos exames sem qualquer problema.

PUB

Refira-se que os portugueses foram recolhidos um a um pelo autocarro, em cada um dos domicílios, de acordo com as indicações dadas pela Embaixada de Portugal num grupo criado para o efeito no "WeChat", uma rede social chinesa.

Após algumas horas de espera no aeroporto de Hanói, no Vietname, devido à necessidade de autorização por parte das autoridades locais e chinesas, a aeronave portuguesa conseguiu rumar na manhã de sábado a Wuhan, no centro da China.

Esse percalço, que começou por volta das 10 horas da manhã de sábado, surgiu na sequência das relações tensas existentes entre o Vietname e a China.

A chegada a Lisboa será em Figo Maduro, a bordo de um C-130 da Força Aérea, que irá buscar os portugueses à base da Proteção Civil francesa em Marselha, adiantaram ao JN fontes da Proteção Civil nacional.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG