Exclusivo

Baixos salários travam regresso de emigrantes

Baixos salários travam regresso de emigrantes

Ordenados piores em Portugal são o maior entrave. Corrupção e saúde são outras causas. Maioria só pensa voltar mais tarde ou já na reforma.

Os baixos salários em Portugal, quando comparados com os ordenados para o mesmo tipo de trabalho pagos no país onde vivem, são a principal razão pela qual os emigrantes não voltam. Mas também pesam fatores como "o compadrio e a corrupção", o sistema de saúde ou a "falta de apoio" para regressar. Os que ponderam fazê-lo a curto prazo são a minoria. Pelo contrário, quem adia para mais tarde ou mesmo para a reforma representa 71%.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG