Doação

Banco de leite humano já alimentou cerca de 1700 prematuros

Banco de leite humano já alimentou cerca de 1700 prematuros

Celebra-se, esta quarta-feira, o dia Mundial da Doação de Leite Humano. Em 11 anos, o primeiro e único Banco de Leite humano em Portugal, sedeado na Maternidade Alfredo da Costa, já recolheu mais de 3600 litros de leite, quantidade que permitiu ajudar cerca de 1700 bebés prematuros.

Para agradecer às mais de 340 doadoras e sensibilizar a população para a importância da doação de leite materno, a XXS - Associação Portuguesa de Apoio ao Bebé Prematuro juntou-se a uma iniciativa promovida pelo Banco de Leite Humano, da Maternidade Alfredo da Costa e do CHULC (Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central). Para assinalar a data foi lançado um vídeo com o mote "Doação de leite humano. A pandemia trouxe mudança, a sua doação traz esperança!".

Em Portugal nascem cerca de 8 mil bebés prematuros por ano e 10% ficam internados uma média de 60 dias, diz a XXS. "Doar leite aos bebés prematuros é mais do que doar um alimento, é contribuir para a sua sobrevivência com qualidade", pode ler-se no comunicado da XXS a que o JN teve acesso.

O leite humano doado permite alimentar estes bebés de forma segura, pois reduz o risco de infeção que os prematuros possam desenvolver quando consomem leite artificial. "A título de exemplo, um frasco de 300 ml de leite, pode alimentar até 10 recém-nascidos por dia", pode ler-se no comunicado.

Querem alargar a mais locais

Apesar de, em ano de pandemia, o número de doadoras não ter diminuído, a associação pretende sensibilizar para angariar mais mães. "Nem todos os bebés que nascem prematuros conseguem ser amamentados pela própria mãe e, por isso, o recurso a bancos de leite humano é crucial".

O Banco de Leite funciona na maternidade Alfredo da Costa. Todo o leite é analisado e pasteurizado antes de chegar aos bebés prematuros. Para as mães que queiram aderir ao projeto e doar o seu leite, basta contactar a maternidade, o banco fornece frascos para que as doadoras possam entregar o leite a ser doado.

PUB

"O leite humano doado destina-se, neste momento, a bebés prematuros internados na MAC e noutras Unidades Neonatais da área da Grande Lisboa, inclui os hospitais de Santa Marta, Hospital Dona Estefânia, Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca e o Hospital de Cascais. No médio prazo, a ideia é alargar a rede de bancos de leite humano existente no país", lê-se no comunicado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG