Jornada Mundial

Bispo do Porto não quer casamentos nem batizados nos dias do Papa em Portugal

Bispo do Porto não quer casamentos nem batizados nos dias do Papa em Portugal

Numa "Nota aos Fiéis" o bispo do Porto pede que, no fim de semana de 5 e 6 de agosto de 2023, não se celebrem batizados nem casamentos.

Por causa da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) e da presença do Papa em Portugal nos dias 5 e 6 de agosto de 2023, D. Manuel Linda quer libertar "os sacerdotes de trabalhos pastorais que podem ser antecipados ou atrasados uns dias" para que fiquem disponíveis "por exemplo, para as confissões e outros momentos celebrativos e formativos".

Na mesma Nota, o bispo informa que já pediu aos párocos que "providenciem, no mínimo, uma celebração em cada paróquia. Entretanto, se os horários normais forem alterados, os fiéis leigos saberão compreender e aceitar estas motivações", afirmou.

PUB

Manuel Barbosa, porta-voz da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), disse ao JN que não está prevista nenhuma tomada de posição conjunta dos bispos sobre este assunto. "É uma questão de bom senso e cada diocese fará o que entender melhor", referiu.

O bispo fez ainda um apelo às famílias que possam para ajudarem a custear e a alojar os jovens estrangeiros que queiram estas nas jornadas e não tenham essa possibilidade.

"Convido aqueles a quem Deus mais beneficiou com bens económicos, e todos quantos possam, a ajudarem os jovens diocesanos a pagar a sua inscrição. Igualmente, peço ajuda para os estrangeiros -mormente de países pobres ou muito longínquos, quase sempre a testemunharem a fé em contexto muito difícil ou até de perseguição- que solicitam apoio: sem ele, não terão possibilidades financeiras para se deslocarem e, no regresso, levarem aquele fogo do Espírito que afirmará a presença da fé cristã entre os seus concidadãos", escreveu.

A JMJ vai decorrer em Lisboa de 1 a 6 de agosto de 2023 e trará a Portugal jovens de todo o mundo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG