Covid-19

"Bom senso". Freguesias apelam às famílias que evitem ir para o interior

"Bom senso". Freguesias apelam às famílias que evitem ir para o interior

O presidente da Associação Nacional de Freguesias (Anafre), Jorge Veloso, defendeu este domingo que as pessoas dos grandes centros urbanos e emigrantes devem evitar, neste momento, face à pandemia da Covid-19, deslocações para o interior.

"Terá que haver bom senso e cuidado. As pessoas que estão nos centros urbanos, onde haverá maior concentração de pessoas infetadas, não sendo uma situação de extrema urgência, devem permanecer em casa e não se deslocar para outros locais, especialmente para o interior", disse à agência Lusa Jorge Veloso.

Para o presidente da Anafre, quer emigrantes quer pessoas do centro urbano devem evitar deslocar-se para as aldeias do interior, onde há uma maior percentagem de população envelhecida e, por conseguinte, de risco.

Segundo Jorge Veloso, as juntas de freguesia têm que também ter atenção quando chega alguém de fora às localidades, considerando que até é mais fácil essa sinalização e identificação em freguesias com baixa densidade populacional.

O presidente da Anafre vincou ainda que as freguesias estão atentas no apoio e colaboração com pessoas idosas e a viver em sítios isolados, considerando que as juntas "estão a desempenhar um papel importante de proximidade, no abastecimento de alimentos de primeira necessidade e medicamentos".

No sábado, a Anafre anunciou que há cerca de mil freguesias no terreno a prestar apoio a idosos, doentes crónicos ou com mobilidade reduzida.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia de Covid-19, já infetou mais de 308 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 13.400 morreram.

Em Portugal, há 14 mortes e 1.600 infeções confirmadas.

O país encontra-se em estado de emergência até 2 de abril.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG