O Jogo ao Vivo

Óbito

Bombeiro de 55 anos morreu em incêndio na Lousã

Bombeiro de 55 anos morreu em incêndio na Lousã

Um bombeiro de Miranda do Corvo, de 55 anos, morreu num incêndio na Serra da Lousã. Há três bombeiros feridos, um com queimaduras nas pernas e dois por inalação de fumo.

O presidente da Câmara da Lousã, Luís Antunes, em declarações à RTP, confirmou a morte de um bombeiro durante o combate a um incêndio na Serra da Lousã, lamentando o trágico desfecho.

O JN confirmou que se trata de José Augusto Dias, de 55 anos, chefe na corporação de Miranda do Corvo. Era motorista na Câmara e árbitro de futsal nos tempos livres.

Há ainda a registar três feridos. Segundo a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) dois elementos do Corpo de Bombeiros Municipais da Lousã foram assistidos devido à inalação de fumo e um outro efetivo dos Bombeiros de Miranda do Corvo sofreu queimaduras nos membros inferiores.

Inicialmente, fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Coimbra tinha adiantado ao JN que havia um bombeiro desaparecido. Fazia parte de um grupo de cinco bombeiros da corporação de Miranda do Corvo que, este sábado à tarde, foi cercado pelas chamas na Serra da Lousã. Havia a indicação de que três deles tinham saído ilesos e dois fugido encosta abaixo.

O incêndio da Serra da Lousã, acima da aldeia de Candal, deflagrou pelas 18.26 horas, e foi combatido por 24 corporações do distrito de Coimbra, com a ajuda de bombeiros de Leiria. Mobilizou no total 250 operacionais e 70 veículos. O incêndio foi dado como dominado pelas 21.11 horas, estando a decorrer as operações de rescaldo e vigilância.

O fogo, numa encosta da Serra da Lousã, junto a um acesso em Trevim, distrito de Coimbra, terá sido causado pela trovoada que se fez sentir ao final da tarde na região, acompanhada por vento forte. As chamas deflagraram numa zona muito acidentada de terreno, perto do baloiço de Trevim, um dos pontos turísticos do concelho.

Em comunicado, a ANEPC manifestou o seu "voto de pesar e de solidariedade aos familiares, amigos e a todos os Bombeiros de Miranda do Corvo e de Portugal".

Outras Notícias