Braga

Bombeiros alertam que prestam serviços com tabelas de há dez anos

Bombeiros alertam que prestam serviços com tabelas de há dez anos

O presidente dos Bombeiros Voluntários de Braga, capitão António Ferreira, alertou, este domingo, que as corporações portuguesas estão a prestar serviços remunerados ainda com as tabelas de há dez anos, o que, "agravado com o brutal aumento do preço dos combustíveis, levou a situação já a agudizar-se. Do Governo, "nem um cêntimo, nem uma palavra".

Falando em Braga durante a cerimónia de posse para o seu terceiro e último mandato, aquele oficial, oriundo do Exército, afirmou que "o Estado precisa dos bombeiros para apagar incêndios, acorrer a catástrofes e no transporte diário de milhares de doentes, exigindo muito, quer pagar pouco, continuando a pagar-nos pelas tabelas de 2012", aludindo ao que se passa com o INEM, "tentando que os bombeiros assumam cada vez maior cota de responsabilidade no serviço de emergência, que não é por acaso, pois fez as contas e percebeu que assim gasta muito menos daquilo que gastaria se fosse o próprio INEM a assumir o seu serviço", referiu.

Perante o presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, o dirigente dos bombeiros voluntários a propósito da situação vivida a nível nacional, considerou que "se não houver uma alteração de paradigma, será mais difícil encontrar dirigentes que nestas condições aceitem dirigir associações de voluntários, que jovens a quererem ser bombeiros", uma vez que "entregam grande parte do seu tempo, do seu saber, da sua competência, às vezes até mesmo do seu dinheiro, para exercer tais funções em associações humanitárias".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG