Exclusivo

Bombeiros exigem mais quatro mil euros por ambulância já este ano

Bombeiros exigem mais quatro mil euros por ambulância já este ano

A Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP) propõe que o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) pague, este ano, mais quatro mil euros por ambulância Posto de Emergência Médica (PEM), enquanto se estuda a renovação do protocolo em vigor, de forma a evitar o estrangulamento financeiro das corporações.

A proposta foi apresentada, esta terça-feira de manhã, por António Nunes, presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP). Os pagamentos seriam efetuados em duas tranches de dois mil euros, em maio e em novembro, e representariam 1,7 milhões de euros do orçamento do INEM. A este montante, acrescem 382 mil euros que são necessários para formar 450 bombeiros através da Escola Nacional de Bombeiros.

São mais de dois milhões de euros que, segundo António Nunes, podem ser retirados dos saldos de gerência do INEM, "por decisão do Conselho Diretivo em articulação com o Governo".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG