Exclusivo

Câmaras gastam mais em luzes de Natal e cancelam eventos de rua

Câmaras gastam mais em luzes de Natal e cancelam eventos de rua

Preocupação em evitar ajuntamentos está presente nos programas natalícios das autarquias. Lisboa, Porto, Gaia, Águeda e Matosinhos lideram investimentos.

As ruas das principais cidades do país vão assistir a um Natal menos animado, porém mais iluminado. Ao contrário de outros anos, a maioria das câmaras não prevê a realização de grandes concertos de rua, mercados, pistas de gelo ou carrosséis. A preocupação com a pandemia é a tónica principal das iniciativas previstas para a quadra natalícia, e embora muitos eventos fiquem de fora do calendário deste ano, a maioria das autarquias prevê gastar mais dinheiro em iluminações.

O JN contactou 25 das maiores câmaras municipais do país, entre as quais as 18 capitais de distrito de Portugal continental, e chegou à conclusão que mais de metade (13) vai gastar mais na iluminação de ruas, comparativamente ao ano passado. Apenas Guimarães, Vila Real, Leiria e Braga preveem diminuir a fatura, embora algumas destas não tenham o orçamento fechado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG