Exclusivo edição impressa

Câmaras vão ter dados de luz e gás para poder agravar IMI

Câmaras vão ter dados de luz e gás para poder agravar IMI

As autarquias vão passar a receber informação adicional que lhes permitirá saber se uma casa está ou não devoluta e, estando, poderem aplicar uma taxa de IMI agravada.

O Orçamento do Estado para 2016 inclui um artigo que obriga as empresas fornecedoras de água, luz, gás e telecomunicações a comunicarem aos municípios a ausência de contratos e determina que o primeiro reporte seja feito até 1 de outubro.

Ler mais na versão e-paper ou na edição impressa

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG