Europeias

Jovens apelam ao voto no Erasmus+

Jovens apelam ao voto no Erasmus+

A Casa da Juventude de Amarante associou-se à luta contra a abstenção nas eleições europeias, lembrado que se não fosse a União Europeia não havia o Erasmus+.

O apelo direto ao voto está expresso em outdoors no centro de Amarante onde, "simulando um cartaz" eleitoral de uma qualquer candidatura, surge no cartaz toda a atual equipa da Casa da Juventude de Amarante. no cartaz pode ler-se "Vota Erasmus+" e "Participe nas eleições parlamentares europeias, a 26 de maio de 2019".

"As palavras escolhidas pretendem expressar uma das grandes vantagens que a Europa e o Programa ERASMUS+ nos dão: a oportunidade de abrir horizontes e ter novas experiências, dentro e fora do nosso país", explica fonte do Aventura Marão Clube, entidade que gere a Casa da Juventude de Amarante.

Refira-se que aquela Casa da Juventude já realizou mais de 90 projetos europeus com mais de 2500 participantes estrangeiros e enviou mais de mil participantes portugueses para projetos internacionais. Na cidade foram investidos cerca 2,2 milhões de euros em fundos europeus. Ao nível do voluntariado foram enviados mais de 50 portugueses para projetos de serviço voluntário europeu e mais de 100 voluntários do serviço voluntário europeu recebidos em Amarante.

O Erasmus+ é um programa de gestão de diversas administrações públicas, financiando pela União Europeia, que apoia e facilita a mobilidade académica dos estudantes e professores universitários através do mundo inteiro.

Outra das ações da qual a Casa da Juventude de Amarante faz parte é a campanha "A Europa dá-te tanto. Dá o teu voto à Europa"., da Agência Nacional Erasmus+ Juventude em Ação. Esta iniciativa conta com uma série de vídeos que mostram aos jovens porquê da importância do exercício do direito de voto, dos quais se destaca a possibilidade de estudo no estrangeiro e de viagem livre no espaço europeu.

Imobusiness