O Jogo ao Vivo

Itália

Salvini assegura que coligação se mantém apesar de resultados

Salvini assegura que coligação se mantém apesar de resultados

O vice-primeiro-ministro italiano, Matteo Salvini, afirmou, no domingo, que a coligação de governo se mantém, apesar das fortes perdas do Movimento 5 Estrelas, ultrapassado pelos socialistas do Partido Democrático (PD) nas europeias de domingo.

"Os meus aliados no governo são meus amigos", disse à imprensa Salvini, líder da Liga (extrema-direita), apelando ao parceiro de coligação que "volte ao trabalho com serenidade".

A Liga governa com o Movimento 5 Estrelas (M5S, antissistema) desde junho de 2018.

A Liga venceu com cerca de 30% dos votos as eleições europeias de domingo em Itália, segundo sondagens à boca das urnas.

O M5S, que em 2018 foi o partido mais votado, com mais de 30% dos votos, obteve agora cerca de 20% e foi ultrapassado pelo PD, que deverá alcançar os 23%.

"Não vamos utilizar esses resultados para ajustes de contas internos" e ainda menos para mudança de pastas, assegurou Salvini.

O vice-primeiro-ministro e ministro do Interior apelou no entanto a "uma aceleração" do programa do governo, citando a baixa dos impostos, medidas de segurança e reforço da autonomia regional, temas em que os dois parceiros de coligação registam divergências.

Matteo Salvini, que falou à imprensa de terço na mão, agradeceu "aquele que está lá em cima" por ajudar "não Salvini, mas a Itália e a Europa".

As eleições de domingo, considerou, são "o sinal de uma nova Europa, de uma Europa cansada de ser escrava dos poderosos".