O Jogo ao Vivo

Nacional

Um Fórum para discutir políticas sustentáveis na economia e na sociedade

Um Fórum para discutir políticas sustentáveis na economia e na sociedade

Iniciativa da Global Media Group vai marcar a agenda com seis diálogos, uma grande conferência e uma Feira de Inovação Social, ao longo dos próximos cinco meses.

Fórum de Sustentabilidade e Sociedade. É o título de uma iniciativa da Global Media Group, que promoverá, com o apoio de vários parceiros, um momento anual de promoção de conhecimento e debate, com convidados nacionais e internacionais. Um espaço de inovação, partilha e criação de valor, que se distribuirá por diferentes lugares, temas e formatos, ao longo de cinco meses. O arranque está marcado para a próxima sexta-feira, 7 de outubro, com o primeiro dos "Diálogos de Sustentabilidade", em colaboração com a Fundação INATEL.

Num país fustigado, primeiro, pela pandemia da covid-19, e, agora, pela instabilidade causada pela guerra na Ucrânia, com consequências profundas nos mercados da energia e na subida do custo de vida, as assimetrias sociais agravam-se. Temas que é preciso colocar na agenda política e económica nacional. É este objetivo que o Fórum de Sustentabilidade e Sociedade se propõe concretizar.

PUB

Temas como o trabalho, as desigualdades, o desenvolvimento sustentável, mas também a competitividade, as relações com a Europa e o Mundo, os desafios das transições climática e digital ou a descarbonização. No fundo, a energia que precisamos de encontrar para a construção do futuro resulta da transição climática que marca a nossa era, num Mundo em que a dependência da energia é cada vez maior.

Temas e parceiros

No fundo, o que a Global Media Group se propõe, através do "Jornal de Notícias", do "Diário de Notícias", do "Dinheiro Vivo" e da TSF, é abordar uma série de temas que têm impacto sobre a organização social do país de uma forma integrada, quer do ponto de vista do pensamento, quer do ponto de vista editorial.

Um desafio só possível pela conjugação de apoios de uma série de parceiros centrais ao Fórum de Sustentabilidade e Sociedade, concretamente a Galp, a CGD, a Fundação INATEL, o Grupo Bel e a Câmara Municipal de Matosinhos.

Os "Diálogos de Sustentabilidade" marcam o arranque do Fórum, já na próxima sexta-feira, no INATEL da Foz do Arelho (Óbidos), com a Agenda do Trabalho Digno no programa. Mas muitas outras iniciativas se seguirão, até março do próximo ano.

Grande conferência

O momento alto do Fórum de Sustentabilidade e Sociedade está marcado para o mês de fevereiro (as datas serão definidas e divulgadas oportunamente), com uma grande conferência que vai juntar grandes figuras nacionais e internacionais de diferentes áreas, da economia à arquitetura, da energia à política portuguesa e europeia.

Esta grande conferência vai decorrer durante dois dias, no Terminal de Cruzeiros de Leixões, em Matosinhos. O objetivo é que seja a primeira de uma série de conferências anuais que promoverão o conhecimento e o debate, num espaço de inovação, partilha e criação de valor. Em discussão estarão temas como o Acordo Verde Europeu, os novos paradigmas da energia, os desafios geopolíticos da Europa, ou os benefícios da digitalização para a sustentabilidade.

Inovação social

Em paralelo, nas mesmas datas, mas na vizinha Casa da Arquitetura, também em Matosinhos, haverá uma Feira de Inovação Social, com expositores de diversas áreas, que têm em comum produtos ou serviços transformadores da realidade social. Um espaço para start-ups, autarquias, ou instituições do terceiro setor mostrarem o que estão a fazer para transformar o país, cruzando as suas preocupações sociais com os novos desafios das transições energética e digital.

No fundo, e estando assente que, em sociedades cada vez mais dependentes da energia, o futuro começa hoje, o Fórum de Sustentabilidade e Sociedade quer ser o seu guia para o que está a ser feito agora e vai impactar a próxima década e ajudar a perceber como vamos acompanhar os novos paradigmas da energia no desenho de políticas transversais na economia e na sociedade.

Muitos temas, muitos momentos, inúmeros debates e propostas que terão uma ampla cobertura editorial ao longo dos próximos meses no JN, DN, "Dinheiro Vivo" e TSF. Temas para ler nas edições impressas, para ouvir na antena da rádio, ou para seguir na íntegra através das nossas plataformas digitais. Que comece a viagem.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG