Legislativas

André Silva confia que PAN vai eleger deputado no Porto

André Silva confia que PAN vai eleger deputado no Porto

Foi a "sondagem da rua" que deu essa "confiança" a André Silva, em duas arruadas por Gaia e pelo Porto, nesta segunda-feira. O PAN vai eleger um deputado no distrito e vai reforçar a sua representação no Parlamento, afirmou André Silva.

"A mim, toca-me muito o que faz", disse a André Silva uma jovem, nesta tarde de segunda-feira, no coração da emblemática rua de Santa Catarina, no Porto. E foram muitos os cidadãos que se dirigiram ao porta-voz do PAN para manifestar apoio às causas do PAN. "É muito importante dar voz aos animais e às pessoas mais vulneráveis", afirmou outra jovem, ex-emigrante na Finlândia, onde já votava num partido idêntico ao PAN. "Pelo modo de vida diferente", justificou.

André Silva sentiu calor humano, algumas vezes com a frontalidade tripeira, sem escapar a alguma provocação futebolística. "Olhe que sou do F.C. Porto", chegou a dizer-lhe um homem, enquanto lhe pedia um abraço. "Política é uma coisa, futebol é outra!", respondeu André Silva, a sorrir. "Estou confiante de que vamos ganhar os campeonatos", respondeu, mais à frente, a uma mulher, que também usou o clube da cidade para inspirar o porta-voz do PAN a conseguir os seus objetivos. E inspirou.

No final, André Silva confessou aos jornalistas a "confiança" que sente na eleição de um deputado pelo Porto. Trata-se da cabeça de lista por aquele círculo eleitoral, Bebiana Cunha, que foi apresentando aos cidadãos, explicando-lhes a importância de terem uma voz do PAN vinda do Porto. "Preciso da ajuda da Bebiana, sozinho não consigo", dizia André Silva, para depois acrescentar: "É preciso dizer à família, aos amigos, para irem votar no PAN, porque é importante votar num partido diferente".

"Não tenho dúvidas de que vamos reforçar a nossa posição", considerou André Silva, aos jornalistas. "Os portugueses conhecem cada vez mais o trabalho do PAN, a Bebiana Cunha vai ser eleita e vamos reforçar a nossa representação parlamentar. A sondagem da rua diz-nos isso mesmo. Estamos bastante confiantes de que isso irá acontecer", asseverou o porta-voz do PAN, que, em plena Santa Catarina, foi instado por populares a não baixar os braços na luta contra as touradas. "Veja se faz alguma coisa por causa das touradas", pediram-lhe duas mulheres, ao que respondeu: "Vamos combater a tauromaquia. O problema é que precisamos de ter mais pessoas"

Antes André Silva reunira com o diretor da Diretoria do Norte da Polícia Judiciária, que lhe terá confirmado a falta de meios humanos e materiais. "Há falta de meios na investigação do crime em Portugal, nomeadamente dos crimes mais complexos como os económicos e o combate à corrupção", revelou, no final, aos jornalistas, enumerando: "Os peritos informáticos deviam ser o dobro, deviam existir mais 50 inspetores, nos últimos cinco anos não entrou qualquer inspetor e a média de idades dos existentes é acima dos 50 anos. Além da falta de outros meios, nomeadamente do parque automóvel que é bastante obsoleto".

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG