O Jogo ao Vivo

Nacional

Cantinas também matam a fome às famílias dos alunos

Cantinas também matam a fome às famílias dos alunos

A abertura das cantinas escolares em tempo de férias já não se limita a servir os alunos de cada estabelecimento de ensino. Em alguns dos maiores municípios do país, este apoio - suportado integralmente pelas autarquias - é alargado a familiares diretos, nomeadamente irmãos mais velhos e pais.

Ainda assim, numa ronda efetuada pelas principais câmaras, o JN constatou que a procura de refeições durante as pausas letivas se tem mantido estável relativamente aos anos anteriores.

O fenómeno chegou com a crise e acentuou-se nos últimos anos, quando os responsáveis pelas escolas sob a alçada das autarquias se aperceberam de que havia cada vez mais casos de crianças com fome, devido às dificuldades económicas das famílias. A necessidade de evitar que estas ficassem sem comer durante as férias fez com que as câmaras começassem a manter os refeitórios escolares em funcionamento durante esses períodos.

Leia mais na edição e-paper ou na edição impressa

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG