Mudança

Cartão de Cidadão vai passar a ser entregue em casa pelos CTT

Cartão de Cidadão vai passar a ser entregue em casa pelos CTT

Os Cartões de Cidadão vão passar a ser entregues em casa pelos CTT, revelou, esta sexta-feira, a ministra da Modernização do Estado, Alexandra Leitão. Há cerca de 350 mil Cartões de Cidadão com entrega pendente, acrescentou Francisca van Dunem, titular da pasta da Justiça.

Numa conferência de imprensa no Palácio da Ajuda, em Lisboa, Alexandra Leitão afirmou que "já não existe problema" a nível da emissão do Cartão de Cidadão, embora tenha admitido "constrangimentos" no ato de entrega. Para os contrariar, anunciou que a entrega física do documento passará a ser feita ao domicílio pelos CTT.

Anabela Pedroso, secretária de Estado da Justiça, acrescentou que o processo será desencadeado através do envio de uma SMS, que anuncia que o Cartão de Cidadão será entregue na casa do titular no prazo de 48 horas. Caso não deseje receber o cartão dessa forma, o cidadão deverá responder à mensagem indicando isso mesmo.

Outra medida anunciada pela ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, e que já está em vigor desde 16 de setembro, foi a possibilidade de os Espaços Cidadão também procederem à entrega do Cartão. De acordo com a governante, esta situação "vai descongestionar muitíssimo" o processo.

Até aqui, os Espaços Cidadão não entregavam o Cartão de Cidadão. Segundo a ministra, 38 deles já o fazem - sobretudo na Grande Lisboa e Grande Porto - e cerca de 100 já se candidataram.

Há 100 mil entregas agendadas até fim de outubro

Francisca van Dunem acrescentou que já há 100 mil Cartões de Cidadão com entrega agendada até ao dia 31 de outubro. A ministra da Justiça explicou também que este processo se "complicou" devido à redução da capacidade de atendimento das Lojas do Cidadão, que tiveram uma redução de 51% de trabalhadores a desempenhar trabalho presencial em virtude da pandemia.

PUB

A governante considerou ainda que, "ao nível dos pedidos, as coisas se normalizaram", sendo necessário "melhorar a capacidade de resposta". Desde o início do ano, já houve mais de 1,6 milhões de pedidos de Cartão de Cidadão, revelou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG