Solidariedade

Cartão Nacional de Voluntariado vai ajudar voluntários e instituições

Cartão Nacional de Voluntariado vai ajudar voluntários e instituições

Quantos voluntários existem em Portugal? Quantas horas de trabalho voluntário são prestadas? Estas são algumas das perguntas a que o Cartão Nacional de Voluntariado pretende responder. O cartão, apresentado esta segunda-feira, Dia Internacional do Voluntariado, numa cerimónia pública com a presença da ministra do Trabalho e da Solidariedade Social, Ana Mendes Godinho, na Academia do Johnson, foi criado pela associação Entrajuda.

Em comunicado, a Entrajuda, que é uma associação que apoia instituições de solidariedade social, explicou que a ferramenta tem como objetivo beneficiar "todas as entidades promotoras de voluntariado e todas as pessoas que dão o seu tempo por causas" e que está integrada numa ferramenta digital acessível através de qualquer computador ou telemóvel.

Através da aplicação, desenvolvida pela Imprensa Nacional-Casa da Moeda, os voluntários deverão registar-se e terão acesso a uma área pessoal, onde poderão consultar o seu percurso no voluntariado e obter as declarações que atestam essa participação. Já as organizações promotoras de voluntariado contarão com uma área onde vão poder registar os seus voluntários e consultar as horas de voluntariado prestadas.

PUB

A Entreajuda adiantou ainda que a ferramenta permitirá a obtenção de estatísticas agregadas do Voluntariado em Portugal, que poderão ser segmentadas por área de intervenção (Solidariedade, Desporto, Cultura, Ambiente, Proteção de Animais, Direitos Humanos).

A criação do Cartão de Voluntário contou também com o envolvimento das organizações Confederação Portuguesa de Voluntariado e da Cooperativa António Sérgio para a Economia Social.

Na cerimónia foi prestada homenagem a João Semedo, mentor da Academia do Johnson, que morreu recentemente.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG