Debate quinzenal

Catarina Martins admite que Governo falhou nos incêndios

Catarina Martins admite que Governo falhou nos incêndios

A coordenadora do Bloco de Esquerda admitiu, esta quarta-feira, que houve falhas políticas na gestão do combate aos incêndios de domingo e defendeu mudanças na estrutura da Proteção Civil.

No debate quinzenal, Catarina Martins disse para o primeiro-ministro que "o Estado falhou".

E "falhou a quem perdeu a vida, a quem ficou ferido, a quem ficou sozinho frente ao fogo, a quem o foi combater sem meios, a quem perdeu tudo, a quem caminha hoje sobre cinzas", apontou a coordenadora do BE, sublinhando que essa "responsabilidade é política", "incluindo do atual" Governo.

Perante o que aconteceu no domingo, a líder bloquista desafiou António Costa para avançar com profundas alterações na estrutura de prevenção e combate aos incêndios. "Se tudo falha é porque tudo deve ser diferente. Da floresta à Proteção Civil", argumentou, realçando que o que defende "não é original", já que outros "especialistas ao longo do tempo têm apresentado".

Catarina Martins disse que o presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa "tem razão" nas palavras que dirigiu ao país, quando pediu respostas para que se evitem tragédias como a de domingo e a de Pedrógão.

A bloquista fez questão de apontar algumas soluções: "É preciso uma nova estrutura para articular o que tem estado desarticulado" e "ter novos responsáveis das estruturas de comando que respondam às três falhas sistémicas do país", confirmadas pelo relatório da Comissão Técnica Independente.