Autárquicas

BE ataca "cidade de negócio" do "rei" Rui Moreira

BE ataca "cidade de negócio" do "rei" Rui Moreira

O Bloco de Esquerda criticou, este domingo, "a cidade de negócio" criada pelo "rei Rui Moreira". Ao apresentar a candidatura de Sérgio Aires, os bloquistas prometeram acabar com um Porto de "postal" ilustrado" e devolver a cidade às pessoas.

Acabar com a "cidade de negócio" de Rui Moreira", com duas décadas de gestão de Direita e com a "bacoquice cosmopolita" de um autarca que se julga "rei" é o objetivo do Bloco de Esquerda (BE), que acredita que é, desta, que vai conseguir eleger um vereador no Porto: o independente Sérgio Aires.

"Uma autarquia não pode ser uma empresa de negócios", atacou a coordenadora do BE, ao apresentar, este domingo, a candidatura do sociólogo Sérgio Aires, que pretende acabar com "duas décadas de gestão de Direita da cidade, que só demoliu e expulsou pessoas".

Catarina Martins referia-se ao caso Selminho, transversal às intervenções de todos os candidatos do BE ao concelho do Porto, e não só. Também ao tempo em que o autarca Rui Moreira era presidente da Sociedade de Reabilitação Urbana e Rui Rio presidente da Câmara. "Nesse tempo, Rui Moreira fez negócio", disse.

A líder dos bloquistas apontou à Direita os anos "dos piores assédios imobiliários" e a "bacoquice supostamente cosmopolita" de um presidente de Câmara que "tem a ideia bacoca, que é uma cidade montra e não uma cidade de gente". Como exemplo, deu a iminente aprovação de 80 novas unidades hoteleiras "em cinco quilómetros quadrados de um centro histórico que já tem um hotel em cada esquina e até no meio".

"De tanto quererem a galinha dos ovos de ouro, estão a matar a cidade", garantiu Catarina Martins, convicta de que só com uma "oposição que não será biombo", como a que alega que o Porto tem tido que viabiliza tudo com a abstenção, será possível fazer as pessoas regressar à cidade. Uma oposição que vai sempre "denunciar que Rui Moreira põe os seus negócios privados à frente dos interesses da Câmara do Porto".

Convicto de que vai ser o primeiro vereador do BE no Porto, Sérgio Aires deixou um aviso a Rui Moreira, que acusou de ter criado uma "cidade de plástico ou de postal ilustrado", devido à aposta na "monocultura do turismo": "Deixe de tentar ser rei e tente ser mais real. A sua cidade de negócios tem os dias contados!".

PUB

Em contraponto, o BE defende, por exemplo, um plano integrado de luta contra a pobreza, casas com rendas acessíveis e para sem-abrigo, além da concretização das "salas de chuto".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG