Exclusivo

Católicos expectantes em relação à composição da nova comissão da Igreja

Católicos expectantes em relação à composição da nova comissão da Igreja

Entre um "sinal positivo" dado pela Igreja portuguesa e expectantes quanto à composição da nova comissão que vai analisar os abusos sexuais na igreja portuguesa, os católicos que subscreram a carta aberta esperam que se vá ao fundo da questão. Sem "hipocrisias".

Primeiro subscritor da carta-aberta tornada pública por mais de 250 católicos defendendo uma investigação independente aos abusos sexuais na igreja, Nuno Caiado considera a decisão dos bispos portugueses de aprovar a constituição de uma comissão nacional para investigar abusos sexuais na Igreja "um pequenino passo em frente, mas insuficiente".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG