Islândia

Cavaco Silva aterrou em Lisboa às 20.24 horas

Cavaco Silva aterrou em Lisboa às 20.24 horas

O avião Falcon da Força Aérea portuguesa que transportou o Presidente da República, Cavaco Silva, e alguns elementos da sua comitiva desde Barcelona aterrou hoje, domingo, às 20.24 no Aeroporto Militar de Figo Maduro, em Lisboa.

O chefe de Estado português não prestou declarações à comunicação social e entrou de imediato para o carro da Presidência.

Cavaco Silva estava acompanhado pela primeira-dama, Maria Cavaco Silva, pela ministra da Saúde, Ana Jorge, e pelo secretário de Estado da Energia e da Inovação, Carlos Zorrinho.

O Presidente da República partiu hoje de Barcelona às 20 horas locais (19 em Lisboa), depois de uma viagem de 1700 quilómetros de carro desde Praga, na República Checa.

A restante comitiva que acompanhou Cavaco Silva na visita de Estado que realizou à República Checa, que integra perto de uma centena de pessoas, entre os quais 35 empresários, 23 jornalistas, membros do Protocolo de Estado, da Casa Civil do Presidente, e outros convidados, só deverá partir de Barcelona cerca das 22.30, a bordo de um C-130 da Força Aérea. 

Cavaco Silva ficou retido em Praga na sexta-feira, dia em que deveria ter regressado a Lisboa depois da visita oficial à República Checa, devido à nuvem de cinzas vulcânicas proveniente da Islândia que provocou o encerramento do espaço aéreo checo. 

No sábado, sem qualquer previsão sobre a abertura do espaço aéreo da República Checa e dos países vizinhos, o Presidente da República partiu de carro para Estrasburgo depois do almoço, numa viagem de pouco mais de 600 quilómetros.

Hoje, domingo, o Presidente da República partiu daquela cidade francesa logo de manhã, fazendo 1 110 quilómetros de automóvel até Barcelona.

A restante comitiva fez o mesmo percurso que Cavaco Silva, mas dividida por três autocarros.

Outras Notícias