CDS-PP

CDS contra aumento do IVA já admitido pelo PSD

CDS contra aumento do IVA já admitido pelo PSD

O CDS-PP rejeita a possibilidade de aumento de impostos sobre o consumo, já admitida pelo PSD, esta quinta-feira, como forma de financiar um aumento de impostos.

O líder parlamentar dos democratas-cristãos, Mota Soares, confirmou esta posição aos jornalistas, ao princípio da tarde, ao lembrar que o CDS-PP tem agendado para hoje um diploma que revoga o congelamento das pensões mínimas a ser suportado por cortes nos gastos supérfluos do Estado.

O projecto de lei da bancada de Paulo Portas, que deverá ser aprovado esta tarde, garante que as pensões mais baixas serão sempre actualizadas, pelo menos, pelo valor da inflação, até 2013.

A edição de hoje do Correio da Manhã, adianta que Pedro Passos Coelho prevê aumentar o IVA em 1% para sustentar o aumento das pensões mínimas. Esta manhã, o secretário-geral do PSD, Miguel Relvas, já disse que admitiria mexer em impostos sobre o consumo, porque, acentuou "ninguém pode, sem conhecer a verdadeira situação financeira, garantir que não mexe em impostos".

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG