O Jogo ao Vivo

Parlamento

CDS quer ouvir Cabrita sobre demissão no SIRESP

CDS quer ouvir Cabrita sobre demissão no SIRESP

O CDS quer ouvir com urgência, no Parlamento, o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, sobre a demissão do general Manuel Couto, responsável pelo SIRESP, o sistema de comunicações de emergência.

O pedido de requerimento assinado pelos deputados Temo Correia e Cecília Meireles foi dirigido à Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias.

O presidente da Altice Portugal, fornecedora da rede de comunicações, afirmou na passada quarta-feira que ainda não recebeu qualquer contacto do SIRESP para a continuidade do contrato que, segundo Alexandre Fonseca, termina no dia 30 de Junho.

Em audição, no dia 13 de Abril, quando questionado sobre a "caducidade do contrato", Eduardo Cabrita abordou a questão de forma "muito sumária, marcada pela habitual escassez de informação", afirma o CDS no requerimento.

Recorde-se que uma alegada falha no sistema de emergência de comunicação durante 14 horas durante a tragédia de Pedrógão Grande gerou uma grande polémica, tendo sido determinada uma auditoria por parte da Inspeção Geral da Administração Interna.

A parceria entre o Estado e o privado para assegurar o sistema de comunicações de emergência revelou-se importante para enfrentar incêndios. O CDS exige esclarecimentos "urgentes sobre esta situação" e alude à proximidade da época de incêndios.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG