Covid-19

CDS repudia alarme social e insiste que privados podem apoiar SNS

CDS repudia alarme social e insiste que privados podem apoiar SNS

Francisco Rodrigues dos Santos diz que temos todas as condições para continuar a acreditar na vacinação, por isso não são necessárias medidas adicionais de segurança.

O líder do CDS-PP acredita que, com a ameaça de uma 5ª vaga de covid-19, o governo está a "desviar a atenção" de um "SNS descontrolado", cuja solução Francisco Rodrigues dos Santos refere já ter sido dada pelo seu partido.

"Existem constrangimentos a nível das consultas, dos exames e das cirurgias. Já propusemos a criação de uma via verde para a saúde, com a cooperação do setor privado e social, que o governo rejeitou", lembrou Rodrigues dos Santos, à saída a audiência com António Costa.

Para o presidente do CDS-PP "todo este processo é para dar sinal à população que a situação não está controlada", mas o partido aconselhou o governo a não criar "alarme social ou medidas restritivas que contrariem a nossa vida social ou económica porque não há dados científicos que recomendem" cuidados reforçados.

"Temos todas as condições para continuar a acreditar na vacinação, o governo deve fazer todos os esforços para que, até ao Natal, seja concluído o reforço com a 3ª dose", resumiu Francisco Rodrigues dos Santos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG