adoção

CDS-PP diz que vetos de Cavaco são coerentes com os seus princípios

CDS-PP diz que vetos de Cavaco são coerentes com os seus princípios

O CDS-PP defendeu que os vetos do presidente da República aos diplomas da adoção por casais do mesmo sexo e da lei do aborto são coerentes com os princípios de Cavaco Silva e eram "previsíveis".

"Parece-nos que o Presidente da República Cavaco Silva está a ser coerente com as suas ideias e princípios. Já toda a gente conhece o pensamento dele sobre estas matérias e nesse sentido creio que os vetos eram previsíveis", disse à Lusa a "vice" da bancada centrista.

Cecília Meireles sublinhou que "várias das dúvidas expressas" pelo presidente vão ao encontro de dúvidas manifestadas também pelo CDS-PP, nomeadamente que "a questão do instituto da adoção deve ter em conta o superior interesse da criança" e também que seja "de difícil compreensão que a Interrupção Voluntária da Gravidez esteja isenta de taxa moderadora".

A deputada centrista não quis fazer nenhum comentário à questão processual em causa, depois de a deputada do PCP Rita Rato dizer que os comunistas querem voltar a votar os diplomas já na sexta-feira e o PSD, através de Miguel Morgado, contrapor que, de acordo com o regimento da Assembleia da República, tal só poder acontecer 15 dias após a receção da mensagem do Presidente.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG