O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Centenas de membros de mesa de voto ainda não receberam gratificação

Centenas de membros de mesa de voto ainda não receberam gratificação

Volvidos cinco meses, há quem não tenha recebido pelo trabalho eleitoral nas legislativas. Falta de Orçamento do Estado atrasou processo, garante Governo.

Centenas de membros de mesas de voto, que, há cinco meses, prestaram serviço eleitoral nas legislativas de 30 de janeiro, ainda não receberam a gratificação prevista por lei. Por 12 horas de trabalho, têm direito a 51,93 euros. Sem Orçamento do Estado para este ano em vigor e com a governação a ser cumprida em duodécimos, o processo de pagamento atrasou-se, garante o Ministério da Administração Interna, que promete a regularização total "a curto prazo".

André Martins estreou-se numa mesa de voto nas eleições Legislativas. Passou o longo dia eleitoral nas mesas da União de Freguesias do Centro Histórico do Porto, mas o atraso no pagamento da gratificação leva-o a repensar se voltará a repetir tal experiência. "Foi a primeira e última vez", assegura André ao JN.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG