Exclusivo

Cerca 350 famílias acordam pagar luz às prestações

Cerca 350 famílias acordam pagar luz às prestações

Cerca de 350 famílias com dificuldades em pagar as faturas da energia celebraram com a EDP acordos de pagamento faseados, ao abrigo da lei que impede o corte do fornecimento de energia em caso de dívida aos consumidores desempregados, infetados com covid-19 ou com quebras de rendimentos devido à pandemia. A isenção termina esta quinta-feira e a Deco aconselha os consumidores com faturas por liquidar a celebrarem acordos de pagamento.

Em causa estão as medidas criadas pelo Governo para os consumidores domésticos, de modo a minimizar os impactos da perda de rendimentos decorrentes da pandemia. A lei proíbe, até esta quinta-feira, o corte do fornecimento de serviços públicos essenciais por falta de pagamento em caso de desemprego, quebra de rendimentos do agregado familiar igual ou superior a 20% ou infeção por covid.

No caso da EDP Comercial, cerca de 350 clientes domésticos, que se enquadravam "nas exceções previstas na lei", já pediram o pagamento faseado das faturas. No total, a operadora totaliza faturas em dívida no valor de cerca de 150 mil euros. O JN tentou obter, ainda, dados junto da Endesa e Galp, mas não obteve resposta em tempo útil.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG