Contenção

Cerca de 40% dos portugueses ficaram em casa nos primeiros dias do ano

Cerca de 40% dos portugueses ficaram em casa nos primeiros dias do ano

Entre segunda e quarta-feira, os primeiros dias úteis do ano, cerca de 40% da população permaneceram em casa. Os dados são da consultora PSE e revelam ainda que o nível de confinamento verificado esta semana é semelhante ao registado na última semana de 2021, a primeira do período de contenção decretado pelo Governo. "A população está a cumprir a recomendação de contenção", conclui a consultora PSE.

Segundo o estudo, na segunda-feira, dia 3 de janeiro, verificou-se "um elevado nível de confinamento da população", na ordem dos 40,9%. De acordo com a PSE, é preciso recuar até 29 de março de 2021 para encontrar uma segunda-feira com um valor idêntico. Em média, numa segunda-feira comum, apenas 27% da população não sai à rua ou não se desloca mais de 500 metros da sua área de residência.

Olhando para o período de 3 a 5 de janeiro, a tendência mantém-se. Cerca de 40% da população permaneceu em casa. A par disto, nestes três dias, "o Índice de Mobilidade PSE registou um valor médio de 88%, ou seja, 12 pontos percentuais abaixo do valor de referência para a mobilidade em pré-pandemia". "Ou seja, os portugueses estão a cumprir a "contenção'", diz a PSE.

Já na última semana do ano, que terminou a 2 de janeiro e foi a primeira do período de contenção, o nível de confinamento médio diário foi de 39%. O primeiro dia do ano teve "um elevado nível de confinamento", verificando-se que cerca de 61% da população manteve-se em casa nesse dia.

Em dezembro, por sua vez, o Índice de Mobilidade PSE fixou-se nos 110% nas primeiras três semanas, tendo sofrido uma redução para 94% na última semana de 2021. "No dia 23 de dezembro houve mais pessoas em casa e houve menor mobilidade do que no dia 24 ou 25 de dezembro, apesar de serem dias de mobilidade reduzida", escreve a PSE.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG