O Jogo ao Vivo

DGS

Cerca de 811 mil pessoas já têm vacina da gripe e 352 mil dose de reforço

Cerca de 811 mil pessoas já têm vacina da gripe e 352 mil dose de reforço

Cerca de 811 mil pessoas foram vacinadas contra a gripe e 352 mil receberam o reforço da vacina contra a covid-19, segundo dados divulgados, este domingo, pela DGS, que indica que o processo vai acelerar a partir de segunda-feira.

"A Direção-Geral da Saúde (DGS) entende ser prioritária a vacinação contra a gripe, tendo sido já vacinadas cerca de 811 mil pessoas, das quais quase 271 mil nas farmácias, e estando aproximadamente 350 mil agendadas para os próximos dias", avança em comunicado.

Segundo a DGS, o processo de vacinação contra a gripe e a dose de reforço contra a covid-19 "vai, assim, acelerar a partir de [segunda-feira].

Os utentes elegíveis para a dose de reforço da covid-19 têm sido convocados, essencialmente para a vacinação conjunta (contra a gripe e contra a covid-19), diz a DGS.

"Dos 1 500 000 utentes que estarão elegíveis para a dose de reforço até meados de dezembro, cerca de 840 000 encontram-se elegíveis à data de hoje, estando já vacinados aproximadamente 351 000, ou seja, 42%", anunciou o organismo liderado por Graça Freitas. "Dos sobrantes, mais de 35 000 estão já agendados para os próximos dias", acrescenta.

De acordo com a informação, os utentes elegíveis para a dose de reforço são os que têm idade igual ou superior a 65 anos e já completaram o esquema vacinal há pelo menos 180 dias.

A estes acrescem os utentes com menos de 65 anos com condições de imunossupressão, que sejam habilitados pelo seu médico, mediante uma declaração eletrónica, explica a DGS.

PUB

A DGS realça que a vacinação contra a gripe e covid-19 "é essencial para minimizar o risco de propagação do vírus SARS-CoV-2 e do vírus da gripe, e para diminuir a ocorrência de doença grave".

"A vacinação é muito importante especialmente nesta altura do ano, em que é expectável a co-circulação de vários vírus respiratórios e em que se poderá verificar igualmente o impacto das temperaturas baixas na saúde da população", reforça o organismo.

O autoagendamento das pessoas com 70 ou mais anos irá decorrer a partir de segunda-feira e, segundo refere a DGS, no Portal Covid-19 pode ser agendada a administração das duas vacinas em simultâneo. No entanto, no Centro de Vacinação, o utente poderá optar pela toma de apenas uma delas, indica o organismo.

Além disso, segundo a DGS, os utentes continuam a ser convocados através de uma SMS para a toma em simultâneo da vacina contra a gripe e contra a covid-19 ou apenas para a vacina contra a gripe (se não forem elegíveis para covid-19).

A partir de segunda-feira, as pessoas com 80 ou mais anos poderão deslocar-se a um centro de vacinação em regime de casa aberta e pedirem para ser vacinadas com a dose de reforço da vacina contra a covid-19 e com a vacina contra a gripe.

"Antes de se dirigirem a um centro de vacinação, devem consultar o horário da Casa Aberta do Centro de Vacinação da sua residência e procurar, sempre que possível, os períodos da tarde, que têm geralmente menos afluência", aconselha a DGS.

A vacinação contra a gripe arrancou em 27 de setembro em Portugal, mais cedo do que o habitual devido à pandemia de covid-19, havendo 2,24 milhões de vacinas para serem distribuídas gratuitamente a grupos de risco pelo Serviço Nacional de Saúde.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG