Premium

Colégios privados travam contacto entre turmas

Colégios privados travam contacto entre turmas

Alunos do internacional e do privado começam a regressar às salas na próxima semana. Pandemia de covid faz de "incerteza" a palavra forte no início deste ano letivo.

Escolas internacionais, colégios e creches prepararam o regresso às aulas, na próxima semana, com "turmas bolha" e ensino à distância, como plano B, caso a pandemia de covid venha a condicionar o ensino presencial. Estas escolas começam a receber alunos a partir de 1 de setembro, pelo que estão a ultimar preparativos para minimizar as hipóteses de contágio. A partir do dia 14, será a vez de as escolas públicas iniciarem um ano letivo atravessado de incertezas.

Uma medida comum nas escolas internacionais é a organização por bolhas, na qual cada turma tem horários e circuitos que minimizam o contacto com outras turmas. Assim se diminui a hipótese de contágio e, se algum alunos adoecer, só a sua turma irá para casa. Na PaRK International, em Lisboa, a presidente Barbara Lancastre especificou que foi atribuída uma cor a cada bolha: "Os circuitos, salas, casas de banho e zonas de recreio encontram-se marcadas com a cor de cada Bubble".

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG