Praias

Com um fim de semana quente à porta, autoridades deixam alerta

Com um fim de semana quente à porta, autoridades deixam alerta

Em vésperas de um fim de semana com boas condições para a prática balnear, a Autoridade Marítima Nacional alerta a população para certos cuidados a ter, em especial devido ao facto de parte das praias já não estarem vigiadas.

Desde o início da época balnear, em 6 de maio, já se verificaram 790 ações de salvamento a banhistas. Registam-se, até ao momento, 20 acidentes mortais, dos quais 13 são por afogamento em praias marítimas, fluviais ou lacustres e noutras zonas marítimas sob jurisdição da Autoridade Marítima Nacional. Dos acidentes mortais por afogamento, 11 ocorreram em praias não vigiadas e duas em praias vigiadas.

A Autoridade Marítima Nacional reforça, assim, a importância do cumprimento das recomendações, nesta fase final da época balnear, em que parte das praias já não tem a vigilância dos nadadores-salvadores: frequentar as praias permanentemente vigiadas; vigiar permanentemente as crianças; respeitar a sinalização das praias; tomar refeições ligeiras; respeitar os períodos de digestão e evitar entrar na água de forma repentina; evitar as horas de maior exposição solar (11 horas - 17 horas); não se colocar debaixo de arribas instáveis; respeitar a sinalização das bandeiras; respeitar as indicações dos nadadores-salvadores, dos agentes da autoridade e dos elementos que reforçam a vigilância nas praias. Em caso de emergência não entre na água, chame o nadador-salvador ou ligue o 112.

PUB

Conheça as previsões para o seu concelho aqui.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG