Nacional

Comandos morreram devido a golpe de calor

Comandos morreram devido a golpe de calor

A RTP está a avançar que o resultado das autópsias feitas aos corpos dos dois militares que morreram nos Comandos indica que a causa de morte foi golpe de calor.

Hugo Abreu e Dylan Araújo da Silva morreram desidratados, durante a a instrução do 127.º curso de Comandos.

A RTP diz também que as testemunhas ouvidas confirmaram que os instruendos foram privados de beber água.

Os dois militares morreram na sequência do treino para os Comandos, na região de Alcochete, no distrito de Setúbal, que decorreu no dia 4 de setembro, e vários outros receberam assistência hospitalar.

O exército informou hoje que um terceiro processo disciplinar, "na sequência das averiguações conduzidas pelo Exército, informa-se que foi instaurado pelo Exmo. Tenente-General Comandante das Forças Terrestres um terceiro processo disciplinar a um militar interveniente na instrução do 127.º Curso de Comandos", anuncia o Exército numa nota enviada às redações.

De acordo com informação do Estado-Maior do Exército, o alvo do processo disciplinar é um sargento. O mesmo caso já de lugar à abertura de dois procedimentos disciplinares a dois oficiais.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG