O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Comunidades pedem "qualidade" e gratuitidade no ensino do português no estrangeiro

Comunidades pedem "qualidade" e gratuitidade no ensino do português no estrangeiro

Um ensino "de qualidade" da língua portuguesa para todos alunos portugueses ou lusodescendentes a viver no estrangeiro, bem como a revogação do pagamento da taxa de inscrição que tem tido "efeitos negativos" no número de inscritos e a expansão da rede de Ensino do Português no Estrangeiro (EPE).

Estas são três das reivindicações inscritas na petição "Português para todos! Pelo direito das nossas crianças e jovens a um Ensino de Português no Estrangeiro de qualidade e gratuito" que, esta quarta-feira, será debatida no Parlamento. Da esquerda à direita, vários são os partidos que apresentam projetos-lei ou recomendações ao Governo sobre a matéria.

Os partidos defendem o reforço da rede EPE e, alguns, acompanham o pedido das comunidades portuguesas para revogação da taxa de inscrição. Há ainda quem defenda a gratuitidade dos manuais escolares.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG