ADSE

Concorrência faz buscas em nove hospitais privados

Concorrência faz buscas em nove hospitais privados

A Autoridade da Concorrência está a realizar buscas em nove entidades privadas do setor da Saúde com suspeitas de cartelização relativamente às convenções que têm com a ADSE, o subsistema de saúde dos funcionários públicos, apurou o JN.

Os hospitais que estão a ser investigados situam-se na Grande Lisboa, Porto e Algarve. Os investigadores procuram provas que sustentem que estas entidades terão praticado atos contrários à lei da concorrência e contra a liberdade de escolha do consumidor, dentro do enquadramento das suas tomadas de posição perante os contratos da ADSE.

Estará em causa a decisão de os grandes grupos privados de saúde terem ameaçado em simultâneo, no final do ano passado, cancelar as convenções com a ADSE. E posteriormente, já este ano, terem voltado atrás na decisão, praticamente ao mesmo tempo.

Segundo a SIC Notícias, trata-se de unidades hospitalares das redes CUF, Luz e Lusíadas.

"A realização de diligências de busca e apreensão em oito localizações de nove entidades ativas no setor da saúde nas zonas da Grande Lisboa, Porto e Algarve por suspeitas de práticas anticoncorrenciais lesivas da liberdade de escolha do consumidor" foi confirmada pela AdC, em comunicado divulgado na sexta-feira.

"A AdC decretou o segredo de justiça no presente processo de contraordenação, a fim de preservar os interesses da investigação", adianta, esclarecendo que, por este motivo, se escusa a dar mais pormenores sobre a operação.

A ADSE tem estado no centro da atenção mediática e política nos últimos meses, devido à intenção de suspender convenções por parte de dois grupos, a José de Mello Saúde (que gere os hospitais CUF) e o Grupo Luz Saúde.

José de Mello Saúde confirma buscas da Autoridade da Concorrência na CUF

"Na sequência das notícias veiculadas esta manhã em órgãos de comunicação social, a José de Mello Saúde vem informar que recebeu hoje a visita da Autoridade da Concorrência", disse a empresa, numa nota enviada à Lusa.

A José de Mello Saúde garantiu ainda que, de acordo com a sua política de transparência, "está a colaborar e a esclarecer, com total disponibilidade e serenidade, as solicitações desta entidade".

Luz Saúde confirma buscas da Concorrência e diz estar disponível para colaborar

"Os meios de comunicação social estão a divulgar notícias sobre a deslocação da Autoridade da Concorrência a vários estabelecimentos de saúde pelo país. A Comissão Executiva da Luz Saúde vem, na sequência de tais notícias, confirmar a presença da Autoridade da Concorrência na sua sede e numa das suas unidades de saúde", disse, em comunicado, a dona do Hospital da Luz.

A Luz Saúde manifestou ainda a sua "total disponibilidade" para colaborar "de forma transparente" com esta entidade, sublinhando que "a atividade das suas unidades mantém o normal funcionamento".