Exclusivo

Concurso demorou três anos e deixa de fora 350 nutricionistas

Concurso demorou três anos e deixa de fora 350 nutricionistas

Um quarto das vagas ocupadas por técnicos que já estão no SNS. Ordem lamenta "falta de vontade política".

Três anos e um milhar de entrevistas depois, foi finalmente publicada a lista de ordenação final dos candidatos ao concurso público para colocar 40 nutricionistas nos centros de saúde. À fase final chegaram 389 candidatos de um total de 986 admitidos. Apenas 40 serão aproveitados, dos quais cerca de um quarto já trabalham no Serviço Nacional de Saúde (candidataram-se para regularizar a situação na carreira) e, por isso, não representam um acréscimo na resposta aos utentes. A Ordem dos Nutricionistas lamenta "a falta de vontade política" para evitar o desperdício de quase 350 profissionais com "excelente percurso curricular" e "tão necessários" nos cuidados primários.

Nos últimos dois anos, a Ordem dos Nutricionistas insistiu com o Ministério da Saúde para que regularizasse a situação dos profissionais que já estão no Serviço Nacional de Saúde (SNS), de modo a libertar as vagas do concurso para novos nutricionistas; e pediu que, face "ao enorme esforço do júri", que durante meses a fio fez centenas de entrevistas aos candidatos, se duplicasse o número de vagas. Em vão.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG