O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Confiança na democracia caiu nos governos de Sócrates e de Passos

Confiança na democracia caiu nos governos de Sócrates e de Passos

Partidos são as organizações em que os portugueses menos confiam. Já o Parlamento é a instituição com maior crédito, indica estudo.

Os níveis de confiança dos portugueses nas instituições democráticas estão a cair há 20 anos e atingiram os valores mais baixos durante os governos de José Sócrates e de Passos Coelho. Segundo um estudo da Fundação Francisco Manuel dos Santos, é nos partidos que os portugueses menos confiam, por acreditarem que estão demasiado próximos de interesses económicos. Por outro lado, é ao Parlamento que os cidadãos dão maior crédito.

"No que toca à confiança nas instituições políticas, os valores registados em Portugal têm vindo a decair nos últimos 20 anos. Os partidos são os que apresentam níveis de confiança mais baixos por toda a Europa (20 %, em média). O Parlamento é a instituição na qual os portugueses mais parecem confiar", apurou estudo "Ética e Integridade na Política", da Fundação Francisco Manuel dos Santos, coordenado por Luís de Sousa e Susana Coroado. Esta análise, a que o JN teve acesso, será apresentada hoje de manhã.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG