Exclusivo

Congresso do PS arranca com sucessão de Costa no horizonte

Congresso do PS arranca com sucessão de Costa no horizonte

Pedro Nuno Santos, Ana Catarina Mendes, Fernando Medina e Mariana Vieira da Silva vão integrar mesa do conclave. Primeiro-ministro fala este sábado e quer reafirmar aproximação à Esquerda.

O congresso do PS arranca este sábado, em Portimão, com a sucessão de António Costa no horizonte. O conclave vai servir para "consagrar a unidade" do partido em torno do primeiro-ministro, como diz o politólogo António Costa Pinto ao JN, mas há quatro nomes que começam a posicionar-se para o período pós-Costa. Pedro Nuno Santos, Ana Catarina Mendes, Fernando Medina e Mariana Vieira da Silva estarão em Portimão e deverão integrar, todos eles, a mesa do congresso. O secretário-geral socialista falará duas vezes - uma este sábado e outra domingo - e vai reafirmar a linha de aproximação à Esquerda.

"O congresso realiza-se numa conjuntura de pouca turbulência política à Esquerda", analisa Costa Pinto. Para o politólogo, há três assuntos a marcar a reunião magna socialista. Um é a dinâmica autárquica, uma corrida que o PS está "bem posicionado" para voltar a vencer; outro é a "unidade" que considera "mais do que seguro" continuar a existir em torno de Costa; por fim, o facto de o evento poder vir a ser uma oportunidade para observar como as distritais, concelhias e militantes "se vão apercebendo" de eventuais candidatos

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG